Pensamentos: Sem fim

Eu não preciso da ajuda de ninguém
Os anjos mentiram para mim
As cartas enganam
E você sofre.

Caminho, os caminhos nao exitem
São estradas sem fim
Que você morre ao percorre-la,
Nada muda.

O vento sopra sem vida
Restos de memorias
Que deveriam estar mortas

Desamparadamente,
Aguardo-te para te escutar
Mesmo que eu saiba que nao venha
Espararei, ate morrer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s